Cadê a saída?

20/06/2006 § 2 Comentários

Tem dias que eu fico pensando na vida
E sinceramente não vejo saída
Como é por exemplo que dá pra entender
A gente mal nasce e começa a morrer
Depois da chegada vem sempre a partida
Porque não há nada sem separação

Já teve aquela sensação de estar preso, como o Truman, no filme? Bom, estou tendo essa sensação agora! Todos os dias, há semanas, tenho ido na agência de viagens tentar achar uma passagem para o Brasil, porque preciso estar lá em uma data determinada. A resposta é sempre a mesma: não há lugares. Parece aquela cena em que o Truman vai comprar uma passagem e a atendente lhe diz que não tem, que é perigoso voar etc etc etc. Assim me sinto todos os dias diante do “meu” agente de viagens, um argentino/ brasileiro que sempre quebra o galho. Diz ele que vai acabar arrumando uma passagem. Vamos ver se sai mesmo!

E hoje comecei no horário novo, embora na mesma velha função. Se estou gostando? Sim, obrigado! Uma bela vista bem na minha frente, por ser de dia… E outro pique, outros hábitos, viver e dormir como a maioria das pessoas normais. Estou com sono, sim, mas um sono preguiçoso, desses saudáveis, que buscam uma rede, desses que batem depois de um almoço excelente, com um grande amigo.

Kadson, valeu. Você faz valer a frase “that’s what friends are for“!

Anúncios

§ 2 Respostas para Cadê a saída?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Cadê a saída? no Ato ou Efeito.

Meta

%d blogueiros gostam disto: