Veneno

18/10/2010 § Deixe um comentário

Hoje, de novo, fui envenenado pelo seu amor. Você veio, nem hesitou: deixou o veneno escapar e me envolver. E eu, entregue, dele bebi, dele respirei, minha pele o absorveu. Depois, você foi embora. E eu fiquei, sonado e largado, despido e dopado pelo seu veneno.

Anúncios

Marcado:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Veneno no Ato ou Efeito.

Meta

%d blogueiros gostam disto: