Um palíndromo numa quarta

11/09/2013 § 1 comentário

Hoje é quarta-feira, dia de palíndromo.

E o de hoje é: “Olé! Maracujá, caju, caramelo”.

Vi na Wikipedia, que também explica o que é um palíndromo. Mais: explica que este aí é um palíndromo da categoria dos “insensati”, que cuidam “apenas de juntar letras ou palavras sem se preocupar com o sentido”.

Era só isso. Até quarta que vem.

Anúncios

Um palíndromo numa quarta

04/09/2013 § Deixe um comentário

Hoje é quarta-feira, dia de palíndromo.

E o de hoje é: “A base do teto desaba”.

Foi sugestão da foca (não sabe o que é foca?) Andreza Galiego, que disse ter aprendido aqui no blog o que é um palíndromo. Já valeu!

Era só isso. Até quarta que vem.

Um palíndromo numa quarta

28/08/2013 § Deixe um comentário

Hoje é quarta-feira, dia de palíndromo.

E o de hoje é: “Rir, o breve verbo rir”

Colaboração de Ney Hayashi

Era só isso. Até quarta que vem.

Um palíndromo numa quarta

21/08/2013 § Deixe um comentário

Hoje é quarta-feira, dia de palíndromo.

E o de hoje é: “Socorram-me, subi no ônibus em Marrocos”.

Reza a lenda que é o mais longo da língua portuguesa.

Era só isso. Até quarta que vem.

Um palíndromo numa quarta

14/08/2013 § Deixe um comentário

Hoje é quarta-feira, dia de palíndromo.

“Ovo”.

Porque hoje estou mesmo sem inspiração.

Era só isso. Até quarta que vem.

Um palíndromo numa quarta

07/08/2013 § Deixe um comentário

Hoje é quarta-feira, dia de palíndromo.

E o de hoje é: “Anotaram a data da maratona”.

Apareceu na leitura de “Suicidas”, do Raphael Montes.

Era só isso. Até quarta que vem.

Todas as opiniões sobre e-readers – e a sua?

08/04/2013 § 1 comentário

e-readers

Semanas atrás eu publiquei aqui no blog um texto (“De por que eu acho que nunca vou ter um Kindle“) em que dava 16 razões que me convenciam de que eu nunca terei um e-reader. Depois, a Viviane Gomide, do excelente Words of Leisure, publicou “Comprar ou não um e-reader, eis a questão“. E agora, para fechar o ciclo (se bem que o Roberto Camara prometeu uma tréplica!), o Gilberto “Knuttz” escreveu “Por que me rendi aos e-books (e nunca mais comprei livros em papel)“.

Estão aí: todas as opiniões sobre e-readers. Faltou a sua? Deixa nos comentários!

Onde estou?

Você está navegando atualmente a Leituras categoria em Ato ou Efeito.

%d blogueiros gostam disto: